como superar o medo de começar seu negócio

Recursos citados: 

 

Durante meus 4 anos de blog Brigadeirosa e, principalmente, durante o desafio de #20 dias para sair do lugar, eu identifiquei um medo em comum entre as(os) empreendedoras(es): o medo de começar um negócio.

Mas vamos por partes. Primeiro me conta:

Você também tem esse medo? Por que ainda não começou seu negócio?

Ou se você já começou, qual foi seu maior medo ao começar seu negócio?

Esse medo pode ser identificado de várias formas, em vários formatos e eles têm algo muito em comum: a insegurança.

A insegurança é o plano de fundo de quase todos os medos que presenciei. Mas eu vou lhe explicar mais a frente como eu cheguei no fator insegurança.

Meu ponto aqui é muito simples, para derrubar o medo de começar um negócio, eu encontrei uma maneira muito simples de se fazer isso: começando um negócio.

Calma ai... Não saia correndo. O que eu tenho para contar aqui vai te surpreender.

Eu encontrei um negócio para que você possa fazer um "estágio". O objetivo desse "estágio" é transformar o seu pensamento e as suas atitudes para que possa sentir como é o dia a dia de um(a) empreendedor(a).

E esse estágio será o nosso desafio: Sua casa é seu negócio.

Mas vamos por partes....

Como superar o medo de começar seu negócio-

Como superar o medo de começar seu negócio?

Para mim, a melhor forma de superar o medo é racionalizando o medo.

O medo é um sentimento. E, para sentimentos, nunca temos uma racionalização deles. É um medo, é difícil de se explicar.

Nossos sentimentos aparecem simplesmente. Sem uma explicação óbvia.

Quando começamos a racionalizar o medo, começamos a ir na raiz do problema, o porquê que realmente você está com medo.

A maioria das pessoas são paralisadas pelo medo de tal forma que elas não sabem como tornar o sonho delas em realidade. Decida usar o medo, não deixe o medo usar você. (1)

A minha metodologia para racionalizar o medo é simples: pergunte porque.

E não basta um porque. Pergunte até 5 porquês.

Quando você chegar naquela reposta difícil de sair da boca, difícil de explicar, está ai a resposta certa.

Ela não precisa ter sentido, apenas precisa ser encontrada.

De uma forma geral, os medos que encontrei por aqui das pessoas que queriam começar um negócio e ainda não tinham começado estavam relacionados com a insegurança.

Mas justamente para entender que o medo pode ser um sinal de insegurança, a racionalização do medo ajuda a entender como resolvê-lo.

exemplos de medos

Exemplos de medos de se começar um negócio

Por exemplo: Eu tenho medo de abrir um negócio e me afundar em taxas e impostos e meu negócio quebrar.

Os impostos de negócios são baseados sobre vendas. Se você não vende, tem poucos impostos.

Então, o medo não é do imposto em si. Mas da má administração do negócio.

É a insegurança da falta de informação, ou da falta de estar pronto...

Outro exemplo: Meu maior medo é de investir na ideia e não dar certo. Na minha cidade tem muita gente que trabalha na área, tenho medo de não conseguir fazer algo que surpreenda as pessoas, a ponto de virarem meus clientes.

O sucesso de um negócio está ligado a pessoas e não ideias. Ideias não dão dinheiro.

Pessoas desenvolvem ideias que serão um sucesso. Portanto, o sucesso depende de você e somente você.

Esse medo não é da ideia em si, mas pode ser vista como a insegurança de seu próprio desenvolvimento.

O que eu quero falar aqui é simples. O medo pode ser traduzido como uma insegurança de começar um negócio.

Porque o negócio é algo novo, precisa de conhecimento, experiências... Tudo o que você ainda não tem.

Portanto, para superar o medo de começar um negócio, nós vamos superar começando um negócio.

Negócio é tudo que entra dinheiro e sai valor. A partir do instante, nem um segundo a mais e nem um a menos, em que o dinheiro entra e há geração de valor, é um negócio. (1)

O que é um negócio?

Definição de negócio: uma organização ou sistema econômico onde as mercadorias ou serviços são trocados por outro ou por dinheiro.

Nas minhas palavras sábias, negócio é tudo que entra dinheiro e sai valor.  A partir do instante, nem um segundo a mais e nem um a menos, em que o dinheiro entra e há geração de valor, é um negócio.

Por exemplo: vender brigadeiro, mesmo que você faça e venda a partir da sua casa, é um negócio. Porque entrou dinheiro da venda do brigadeiro e gerou valor para o seu cliente, que pode ter sido praticidade, comodidade.

Vamos falar sério, né? Ninguém precisa de comprar um brigadeiro. Mas a partir do momento em que você paga por ele é porque algo a mais ele tem, não é mesmo?

sua casa é seu negócio

Qual é o negócio que nós vamos começar?

Você pode começar qualquer tipo de negócio, isso é, qualquer coisa que gere algum retorno financeiro para você. Vender brigadeiros é um exemplo, ter um blog é outro... A ideia é que seja qualquer negócio que não gere medo de começar e que não precise de um investimento financeiro para se começar.

A ideia do desafio Sua Casa é Seu Negócio é transformar em negócio o mais óbvio que existe. A sua casa. Eu vou te mostrar nessa sequência como você pode transformar a sua casa em seu negócio. A partir do momento em que você encarar a sua casa como seu negócio, você vai administrar seu negócio, vai fazer seu controle financeiro, controle de estoque...

Uauuuu realmente pareceu um negócio falando esse tanto de palavras assim, não é mesmo?

O objetivo aqui é transformar a visão da sua casa em negócio. É como se ela fosse um estágio para aprender todos esses conceitos, todos os estágios de administração para ajudar a acabar com o medo de começar um negócio.

Afinal, se você não consegue nem administrar sua casa. Imagine se vai conseguir administrar um negócio maior, não é mesmo?

Todas as terças feiras, eu vou postar aqui no blog a continuação desse desafio. Como ele é grande e um tanto complexo, vamos por partes para que você pegue bem cada detalhe.

sua casa é seu negócio - o desafio

Como visualizar sua casa como um negócio?

Para visualizar de verdade a sua casa como seu negócio, nós vamos aplicar o conceito de negócio em que eu falei logo atrás.

Vamos analisar: Entra dinheiro na sua casa? Sim, através de um salário ou de vendas de brigadeiros, por exemplos.

Há geração de valor? Sim, você sobrevive com esse dinheiro, você gera conforto, através de um ambiente agradável para descansar, seja na sua cama ou no seu sofá; gera comodidade, você tem um lugar para ficar, para descansar; gera diversão, através do seu vídeo game, ou da televisão a cabo, ou de fazer comidas maravilhosas.

Então, sua casa é seu negócio.

Como ver que sua casa é seu negócio-

Qual é a melhor forma de se visualizar o negócio?

Quer dizer que nós vamos fazer um plano de negócios aqui para começar esse negócio? Nunquinha. O plano de negócios ficou lá na era jussárica com o tiranossauro rex. Só dinossauro ainda quer fazer plano de negócios.

Nós vamos fazer aqui um modelo de negócios. Uma forma muito rápida e eficiente de se visualizar o negócio. No próximo episódio, eu já vou te explicar como funciona esse modelo de negócios e como você vai olhar para sua casa como se ela fosse seu negócio.

A Brigadeirosa é o destino Número #1 das doces aspirantes e empreendedoras que estão procurando ter sucesso vendendo doces.

BRIGADEIRO. BOM DE COMER. BOM DE FAZER. BOM DE LUCRAR.

O melhor brigadeiro do mundo para pessoas que buscam adoçar o caminho em direção a vida que sempre sonharam.


Carolina Tomazetti
Carolina Tomazetti

A Brigadeirosa é o destino Número #1 das doces aspirantes e empreendedoras que estão procurando ter sucesso vendendo doces. BRIGADEIRO. BOM DE COMER. BOM DE FAZER. BOM DE LUCRAR. O melhor brigadeiro do mundo para pessoas que buscam adoçar o caminho em direção a vida que sempre sonharam.